Energia começa a ser normalizada na Argentina e no Uruguai

Os serviços de energia na Argentina e no Uruguai começaram a ser normalizados após uma falha no sistema de interconexão elétrica que deixou sem luz os dois países na manhã de hoje (16), afetando cerca de 47,4 milhões de pessoas. A normalização dos serviços já chegou a 80% na Argentina e 88% no Uruguai, segundo as empresas distribuidoras de energia dos países.

A Argentina e o Uruguai compartilham um sistema interconectado de energia elétrica, centralizado na usina binacional de Salto Grande, localizada a cerca de 450 km ao norte de Buenos Aires.

Segundo a empresa argentina Edesur, a falha no sistema interligado teve origem em uma conexão de transporte de energia elétrica entre as usinas de Yacyretá e Salto Grande, localizadas na costa argentina. Por volta das 15h, a empresa disse que o serviço de energia elétrica já estava normalizado para 2 milhões de domicílios, o que representa 80% do total de clientes da empresa. “Continuaremos com os trabalhos de normalização do serviço até atingir a totalidade dos clientes”, disse a empresa por meio de sua conta no Twitter.

Já a UTE, empresa responsável pelo serviço de abastecimento de energia no Uruguai, disse que por volta das 13h40, o serviço já havia sido normalizado para 88% dos domicílios. A empresa disse estimar em aproximadamente 3 horas o tempo necessário para o restabelecimento pleno do fornecimento de energia no país, mas que a retomada dos serviços não incluía as interrupções ocasionadas pelas fortes chuvas que atingiram o país nas últimas horas. 

A empresa afirmou ainda que em 40 anos de interconexão com a Argentina não houve nenhum evento similar ou apagão como o ocorrido na manhã deste domingo. “Estamos de guarda, acompanhando a Argentina em seu retorno ao normal, trabalhando como uma equipe. Até que isso seja concluído, pode haver novos inconvenientes para a rede, por isso, as equipes técnicas da UTE estão em alerta”, disse.

 

Edição: Lílian Beraldo
Fonte: EBC Internacional
Comentários Facebook