Logística prioriza benefícios estruturais na MT-235 sentido PA Campinas

A Secretaria Municipal de Infraestrutura de São José do Rio Claro intensifica ações paliativas na MT-235, que interliga ao Assentamento PA Campinas. A proposta é uma operação conjunta de recuperação de estradas não pavimentadas de São José do Rio Claro, por meio do Termo de Convênio n°0331/2019 da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (SINFRA-MT).

Nessa primeira etapa, a equipe realizou os procedimentos que incluíram o patrolamento e terraplanagem, seguido de caixas de contenção de águas pluviais, aterro, levantamento e cascalhamento.

A via estadual compreende uma extensão total de 77,412 quilômetros pertencem à MT-235, dos quais foram acordados 15 quilômetros no trecho que abrangem, entre outros, o Córrego do Macaco, Fazenda Fuscão Preto, Fazenda Guadalupe, com destino ao assentamento. Todavia, a Prefeitura se comprometeu a ampliar a reparação e finalizar com aproximadamente 35 quilômetros, faltando cerca de sete quilômetros para concluir o trecho mais próximo do perímetro urbano.

Segundo o secretário municipal de Infraestrutura, Arlindo Bordim Filho, a metodologia dos procedimentos paliativos requerem primaz concentração e empenho da equipe de modo a garantir trafegabilidade plena.

“Fizemos a correção estrutural com o máximo esmero nesse importante ponto viário. A obra deverá garantir adequada mobilidade de usuários que rumam ao Assentamento ou aos municípios vizinhos por essa estrada, em especial os moradores da comunidade rural e de produtores que necessitam nesse período de coleta para o deslocamento de sua safra”, explica.

De acordo com o prefeito, Valdomiro Lachovicz, existe a perspectiva de pavimentação em futuro próximo, tão logo haja dotação orçamentária pelo Estado. Todavia, endossa que o propósito, mesmo paliativo, é amplamente benéfico.

“Intensificamos esforçado em infraestrutura logística, com a nossa equipe e maquinários, para entregar um serviço de qualidade em benefício do trafego de usuários e contribuir com os produtores rurais no arranca safra. Assim que concluídas essas obras, vamos concentrar na área urbana, com serviços imprescindíveis nos diversos setores”, conclui.

CONVÊNIO SINFRA

Conforme o documento, a proposta técnica visa executar serviços de manutenção e restauração das rodovias MT-160, entre o Perímetro Urbano e entroncamento da MT-249, com extensão de 74,412 km e MT-235, que compreende o entroncamento da MT-492 à Ponte do Rio Alegre, contabilizando 34,005 Km, numa extensão total de 111,417 km.

Os recursos necessários à execução do convênio ficaram estipulados no valor de R$ 614.498,38 (seiscentos e quatorze mil, quatrocentos e noventa e oito reais e trinta e oito centavos), sendo que R$ 600 mil são repassados pela SINFRA-MT e R$ 14.498,38 (quatorze mil, quatrocentos e noventa e oito reais e trinta e oito centavos) se devem a título de contrapartida financeira por parte da Prefeitura.

Fonte: AMM
Comentários Facebook