É preciso bom senso para não penalizar os que precisam dos benefícios, diz Eduardo Braga


O Senador Eduardo Braga (MDB-AM) falou nesta segunda-feira (3), em Plenário, que é preciso bom senso para votar a Medida Provisória (MPV-871/2019), que busca combater fraudes e benefícios irregulares no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), para não penalizar os que verdadeiramente precisam do beneficio.

— Porque não é em função de uma minoria que criminaliza, que frauda o INSS que todos devem ser punidos e prejudicados — disse.

O parlamentar defendeu a votação da MP e garantiu que o MDB não vai obstruir a pauta. Ele também fez um apelo na tribuna para correção da palavra “gênero” segundo ele, colocada por engano pelo relator da matéria.

— A questão do gênero, para ter declaração no cadastro do INSS, foi incluída por engano. Portanto, isso não é uma questão de mérito, nós não estamos mexendo no critério do cadastro, nem no prazo, nada; nós simplesmente estamos suprimindo algo que foi decidido por equívoco — apelou o senador.

Comentários Facebook