Emanuel Pinheiro é a quinta escola de Tangará a aderir à greve estadual


A presidente da subsede do Sindicato dos Profissionais da Educação (Sintep) de Tangará da Serra, Francisca Alda de Lima, confirmou que a Escola Estadual Emanuel Pinheiro, localizada no Centro da cidade, aderiu à greve estadual desencadeada em boa parte do estado de Mato Grosso na semana passada.

Com isso, sobe para cinco o número de escolas em greve no município.

As primeiras a aderirem ao movimento grevista foram as escolas estaduais João Batista e Ernesto Che Guevara, que estão paradas desde o dia 27 de maio. Na sexta, 31, a greve foi confirmada nas escolas 29 de Novembro e Jada Torres.

De acordo com o Sintep, hoje houve reunião com profissionais da Escola Laura Vieira de Souza (Vila Alta) e a confirmação de adesão ou não à greve sairá amanhã.

A greve na educação estadual começou no dia 27 de maio em todo o estado. A categoria exige, dentre outras pautas, a recomposição salarial e a melhoria nas estruturas da escolas.

Comentários Facebook