Otto defende revitalização no Dia Nacional em Defesa do Rio São Francisco


O Dia Nacional em Defesa do Rio São Francisco, celebrado neste dia 3 de junho, foi lembrado pelo senador Otto Alencar (PSD-BA) durante pronunciamento em Plenário. Para o parlamentar, não há motivos parra comemorar já que a política de revitalização do rio não tem sido priorizada pelo Executivo federal. Ele defende mais investimentos para que a transposição das águas possa garantir o recurso para localidades que dependem do Velho Chico.

— Hoje é o Dia Nacional em Defesa do Velho Chico, que tem sido a minha bandeira de luta aqui, há quatro anos, para que o governo possa entender que, sem a sua revitalização, não haverá suprimento de água para a sua transposição, já com investimento da ordem de R$13 bilhões. Este ano mesmo, no Orçamento-Geral da União, há mais de 400 milhões para a transposição e há apenas 10 milhões para a revitalização, que é um número muito pequeno, muito inferior à necessidade — lembrou.

MP 871

Otto ainda informou aos senadores sobre acordo feito com o líder do governo, Fernando Bezerra (MDB-PE), para retirada de um destaque de sua autoria à Medida Provisória (MPV 871/2019). Segundo o parlamentar, o governo se comprometeu a vetar dispositivo considerado por ele como matéria estranha, ao sugerir quebra do sigilo bancário dos beneficiários do BPC (Benefício de Prestação Continuada) e da aposentadoria rural. Apesar de criticar a urgência com que os senadores precisaram se debruçar e votar a matéria, Otto disse que daria esse voto de confiança ao Executivo Federal, para que assim, a votação possa ocorrer na noite desta segunda. A medida provisória busca combater fraudes no INSS e perderá sua validade logo mais à meia noite caso não seja aprovada pelo Senado até lá.

Comentários Facebook