Rodrigo Maia cobra coerência em discussões sobre a reforma da Previdência


Luis Macedo/Câmara dos Deputados
Convenção Nacional do Democratas. Presidente da Câmara, dep. Rodrigo Maia (DEM-RJ)
Rodrigo Maia: pedidos de viagens serão negados para assegurar quórum no Plenário

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, cobrou coerência daqueles que, nos estados, falam contra a reforma da Previdência (PEC 6/19), mas quando estão em Brasília pedem a aprovação da proposta do Executivo. “Todos precisam dar a sua contribuição”, disse. “Se não é assim, por que são os deputados que devem assumir a responsabilidade e algum desgaste?”

Maia afirmou que o relator da proposta na comissão especial, deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), está discutindo o texto com os líderes partidários. Um parecer poderá ser apresentado nesta semana. Para Maia, no entanto, a votação em Plenário só ocorrerá no final do mês, em cenário otimista.

O presidente da Câmara acrescentou que está cancelando pedidos dos deputados para viagens ao exterior previstas a partir de 20 de junho, a fim de assegurar o maior quórum possível no Plenário. “Todos os pedidos estão sendo negados para que tenhamos 500, 505 deputados”, declarou.

Comentários Facebook