Florianópolis pode ser a capital brasileira da nanotecnologia


Florianópolis pode ser a capital nacional da nanotecnologia (tecnologia que trabalha em escala muito pequena, aplicada na produção de dispositivos eletrônicos com as dimensões de átomos ou moléculas). Um projeto com esse objetivo (PL 683/2019) foi aprovado pela Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) e segue para análise da Câmara dos Deputados. De acordo com o senador Jorginho Mello (PL-SC), autor da proposta, um quarto das empresas brasileiras do setor ficam na capital de Santa Catarina. O relator do projeto, Dário Berger (MDB-SC), concorda com o projeto, ressaltando as qualidades de Florianópolis que fazem da cidade o “Vale do Silício” nacional. A reportagem é de Rodrigo Resende, da Rádio Senado.

Comentários Facebook