Revezamento de tocha dá início à contagem regressiva para Universíade

A um mês do início da Universíade de Verão de Nápoles, começa hoje (4), na cidade italiana de Turim, o revezamento da tocha-símbolo da competição.

De Turim, onde foi realizada há 60 anos a primeira Universíade, a tocha seguirá para Lausanne, sede da Federação Internacional do Esporte Universitário (Fisu), e chegará a Nápoles no dia 2 de julho, um dia antes do início do evento.

Segundo a Confederação Brasileira do Desporto Universitário (CBDU), a Universíade de Verão é a maior competição universitária e o segundo maior evento poliesportivo do mundo, ficando atrás apenas dos Jogos Olímpicos. A edição deste ano, em Nápoles, vai de 3 a 14 de julho.

A delegação brasileira, composta por 170 pessoas, disputará sete modalidades: futebol, vôlei, natação, atletismo, ginástica artística, judô e taekwondo. No total, são esperados cerca de 10 mil atletas universitários de 128 países.

Brasileiros

Apesar de a 30ª edição da Universíade ter Nápoles como cidade-sede, haverá jogos também em Caserta e Salerno. Além das sete modalidades das quais participarão os brasileiros, estão incluídas disputas de basquete, esgrima, ginástica rítmica, polo aquático, rugby 7, saltos ornamentais, tênis, tênis de mesa, tiro com arco, tiro esportivo e vela.

Entre os destaques do Brasil estão os velocistas Paulo André Camilo e Rodrigo Nascimento, que conquistaram em maio o título no campeonato mundial de revezamento 4x100m pela primeira vez, em Yokohama, no Japão.

O nadador Luiz Gustavo Borges, filho do medalhista olímpico Gustavo Borges, que estuda na Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, a mesma que o pai frequentou, é outro destaque, bem como o central Renan Michelucci, que integrará a seleção masculina de vôlei na Universíade. Michelucci foi campeão da Superliga pelo Taubaté.

*Com informações da Confederação Brasileira do Desporto Universitário (CBDU)

Edição: Nádia Franco
Fonte: EBC Geral
Comentários Facebook