Comissão de Saúde constata irregularidades no prédio do Cermac


Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

A Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa visitou na manhã desta terça-feira (04) Centro Estadual de Referência de Média e Alta Complexidade de Mato Grosso (Cermac) e constatou várias irregularidades na sede da unidade. Cinco deputados e a equipe de gestão estadual de saúde estiveram no local para conhecer os trabalhos e, ainda, como se encontra a estrutura física do centro. O resultado da primeira impressão, conforme os deputados, foi considerado “lastimável” pela falta de conservação do prédio e, também, situações precárias de trabalho. Após a visitação, os parlamentares vão entregar o relatório de propostas e sugestões e, posteriormente, marcar uma reunião com os representantes do Complexo Regulador com a exigência de providências urgentes para reforma no prédio.

“Tudo isso faz parte do conjunto de um relatório onde os deputados podem analisar os problemas. Aqui constatamos falta de estrutura física e equipamentos que são as principais deficiências encontradas até o momento. Precisamos aportar emendas parlamentares em prol da saúde com trabalho coletivo”, disse o presidente da Comissão, deputado Paulo Araújo (PP).

Vale lembrar que o Cermac tem a missão de prestar serviços ambulatoriais de atenção especializada, conforme as diretrizes do SUS, sendo referência em assistência ambulatorial especializada e humanizada aos usuários do SUS.

“Essas visitas são estratégias adotadas pela Comissão de Saúde, em observar in loco como se encontram as estruturas de saúde nessas unidades. Estamos revezando entre as unidades do interior do estado e Cuiabá, cumprindo o calendário de visitação”, afirmou Araújo.

Na oportunidade o deputado Dr. Eugênio se mostrou preocupado com o que observou. “O prédio possui várias irregularidades, como por exemplo, a parte elétrica e hidráulica. Precisamos trabalhar a questão do orçamento para que essas unidades que foram visitadas possam ter investimentos urgentes”, comentou ele.

A diretora do Cermac, Jocineide Rita dos Santos, achou importante a visita dos deputados na unidade de saúde. Para ela, o Cermac, que é uma referência de atendimento estadual nos serviços aos programas do Ministério da Saúde, voltado para a hanserníase, diabetes, DST AIDS, hepatite virais e tuberculose multirresistentes, necessita de melhorias urgentes.

“A gente precisa ser olhado, principalmente, para uma nova reestruturação. Enfrentamos muitas dificuldades na parte estrutural e de recursos humanos, onde tem médicos e servidores aposentando. Entendo que os deputados estão trabalhando para viabilizar esses recursos”, espera a diretora.

O deputado Dr. Gimenez (PV) espera que a visita tenha um desdobramento favorável para a recuperação imediata do Cermac. “Nós entendemos a necessidade do Estado em investir neste setor. Porém, temos um problema à curto prazo, por isso, a Comissão vai oficializar a Secretaria Estadual de Saúde para que apresente um cronograma de revitalização de pequenas reformas de problemas pontuais, como é o caso do Cermac”, comentou o deputado.

Um dos exemplos citados pelo deputado Dr. João de Matos (MDB), está diretamente ligado na importância do Cermac no atendimento para a saúde pública de Mato Grosso. “Percebi um corpo clínico extremamente qualificado trabalhando numa estrutura física em condições precárias. Precisamos saber onde está o furo da regulação, e porque nossos pacientes não estão chegando até a esses centros de especialidades médicas, onde com uma simples correção podemos corrigir essas falhas”, cobrou ele.

Cerca de 200 pessoas, entre interior e Cuiabá, buscam atendimentos diariamente no Cermac, onde são atendidas por 162 profissionais, com custo mensal de 72 mil reais. Para o deputado Lúdio Cabral, o Cermac necessita de uma sede nova, pois segundo ele, a atual não reúne condições de trabalho.

“O sistema de saúde no Estado está precário e sucateado por falta de investimentos. O Cermac está deteriorando com o tempo e nada tem sido feito. Estamos percorrendo cada unidade estadual de saúde mapeando cada uma delas com suas dificuldades e identificando as qualidades que existem em alguns serviços. Aqui (Cermac), observamos uma situação muito ruim”, esclareceu Cabral.

No Cermac tem os seguintes serviços prestados: Ambulatório da Dermatologia Sanitária, Ambulatório da DST/AIDS/Hepatites Virais, Ambulatório da Pneumologia Sanitária, Ambulatório da Unidade de Diagnóstico por Imagem – UDI, Centro de Referência para Imunobiológicos Especiais – CRIE, e Farmácia de Auto Custo.

De acordo com o cronograma de visitação, a Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa terá pela seqüência os seguintes municípios relacionados: Sinop, Sorriso e Colíder.

Comentários Facebook