Três em cada 10 eleitores de Tangará da Serra tiveram o título de eleitor cancelado


Mais de 32% dos 75.646 eleitores de Tangará da Serra, cadastrados junto ao Tribunal Regional Eleitoral do Estado de Mato Grosso (TRE-MT), estão com os títulos cancelados. A informação foi confirmada pelo chefe do Cartório Eleitoral de Tangará da Serra, Luis Gustavo Romko, ao jornal Diário da Serra.

Isso significa, segundo Romko, que 24.758 eleitores tiveram seus títulos cancelados, sendo 17.628 por não atenderem a convocação para revisão e 7.130 por ausência nas três últimas eleições. Na avaliação do chefe do Cartório, os dados representam redução na expressividade política do município, contribuindo, inclusive, para possível redução da participação municipal na fatia de imposto federal.

Ele explica que o número de eleitores influencia no cálculo do Fundo de Participação do Municípios (FPM) – verba federal repassada pela União.

Além disso, analisa Romko, dos 141 municípios do Estado, 130 deles possuem menos de 24.758 eleitores, que é o número de títulos cancelados em Tangará. “Nenhum dos candidatos a prefeito nas últimas eleições conseguiu atingir a marca de 24.758 votos, e esse quantitativo de votos consegue eleger vários vereadores diretamente, sem a necessidade de cálculos proporcionais”, analisa o chefe do Cartório, ao destacar que, se a situação continuar dessa forma, há previsão de problemas nas próximas eleições, devido ao grande número de cancelados.

A regularização do título pode ser feita a qualquer momento. Basta procurar o Cartório Eleitoral, munido dos documentos pessoais. “Mas está baixíssima a procura dos eleitores ao Cartório Eleitoral para regularizar sua situação após cancelamento do título”.

Além dos prejuízos aos municípios, o cancelamento do título também traz transtornos ao eleitor, que não poderá votar na próxima eleição (caso não regularizar a tempo), não pode tirar passaporte, fazer matrícula em universidade pública, tomar posse em concurso público, dentre outras restrições.

O Cartório Eleitoral, localizado à Rua 20, nº 53-N, Centro, funciona de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 13h30.

Fonte: Diário da Serra

Comentários Facebook