Vai viajar? Não esqueça de organizar os remédios na mala!

De longa ou curta duração, viagens sempre são passíveis de emergências de saúde que vão desde uma dor de cabeça até um episódio alérgico. Apesar de algumas situações exigirem cuidados médicos, existem casos em que o simples cuidado de ter um medicamento à mão pode ajudar ou, literalmente, salvar sua vida.

Leia mais: Vai viajar? Veja 5 dicas indispensáveis para cuidar da saúde

remedios arrow-options
shutterstock

Escolher remédios básicos é fundamental na hora da viagem

Para te ajudar na hora de escolher os  remédios “coringa” para curtir as férias com tranquilidade, fizemos uma lista com ajuda de profissionais de saúde infantil e adulta. 

Leia também: É gripe ou resfriado? 5 dicas para diferenciar os dois problemas

Antialérgicos 

O item mais importante da lista são os medicamentos antialérgicos. Como viagens, muitas vezes, significam ambientes e alimentos novos, existe a chance de alguma alergia desconhecida manifestar-se “de surpresa”. Ou seja, mesmo que você não possua nenhuma sensibilidade diagnosticada, é importante tê-los na bolsa.

Antitérmicos, termômetro e analgésicos

Principalmente se as crianças estiverem na viagem, é fundamental não esquecer dos antitérmicos e termômetro, para casos de febre que podem, inclusive, ter raiz emocional. A médica pediatra Loretta Campos também recomenda alguns analgésicos simples que podem aliviar dor de cabeça ou muscular. 

Corticóides

Estes medicamentos são mais indicados para quem sofre de asma ou alergia severa. Nesse caso, é sempre bom conversar com o médico ou pediatra antes da viagem para que ele aponte as melhores soluções considerando o ambiente de destino. 

Remédios para enjoo

Outro lembrete importante para o “kit de sobrevivência”, segundo a médica Lara Fonseca, são os remédios para enjôo. Além de evitar o desconforto em meios de transporte com muita oscilação, como barcos e ônibus, o remédio pode ajudar em casos extremos daquela ressaca pós-bebedeira.

Antiácidos 

Experimentar todas as delícias de uma cidade ou país novo pode oferecer perigos ao estômago. Para evitar surpresas desagradáveis e desconforto, o indicado é ter consigo um antiácido contra azia ou má digestão. 

Repelentes, hidratantes, protetor solar

Itens básicos que não podem ser esquecidos, principalmente se o destino escolhido envolve temperaturas extremas – como praia, camping ou neve – ou muitas atividades ao ar livre. No caso de turismo de aventura a atenção à esses itens deve ser redobrada.

Leia também: Saiba o que fazer quando seu remédio perde efeito ou provoca reações

Band-aids e produtos para curativo 

Uma caixinha básica de primeiros socorros é comum na maioria das residências mas, na hora de viajar, muita gente esquece do quanto ela pode ser útil. De acordo com Lara Fonseca, band-aids, gaze, curativo e algodão são o kit mínimo para este caso. Também é importante um frasco pequeno de álcool gel, que pode auxiliar na higiene das mãos. 

Fonte: IG Saúde
Comentários Facebook