Lions reforma casa de projeto criado em 2007 e tem ajudado famílias tangaraenses

Projeto beneficia famílias tangaraenses

O Lions Clube Tangará da Serra reinaugurou na tarde do último sábado, dia 22 de fevereiro uma das quatro casas do Projeto Lions Nosso Lar – moradias construídas pelo clube local, em parceria com o Lions Internacional, Distrito LB-4 e Governos Estadual e Municipal, e destinadas a pessoas portadoras de necessidades especiais.

As casas foram entregues em junho de 2007 a quatro famílias que usufruíram do bem, gratuitamente. Nos últimos anos, porém, algumas dessas casas estavam vazias e então o Lions Clube iniciou processo para escolha de novas famílias e reforma das casas desocupadas.

Assim, no início deste ano, sob coordenação da associada Eleuza Alves da Costa Assis, uma das casas foi reformada e uma nova família agora tem um novo lar. Foram 37 dias de trabalho, iniciados no dia 2 de janeiro, com a limpeza do local e retirada dos entulhos e demolição das peças necessárias, seguindo com a troca da instalação elétrica e hidráulica, cobertura e ampliação de parte da cozinha, reforma do banheiro e pintura, além de muitos outros trabalhos. “Missão cumprida”, comemorou a associada, ao expressar sua satisfação em oportunizar, através do Lions Clube, uma moradia de qualidade a uma família que tanto precisa.

“Queremos agradecer imensamente todos os empresários, empresas e companheiros que nos ajudaram neste trabalho (…) ganhamos muita coisas dessas pessoas, que contribuíram nesta reforma”, agradeceu, ao destacar que ainda faltam alguns detalhes para finalizar o espaço, mas o que foi feito já possibilitou a mudança da nova família.

Hoje são três famílias residindo nas casas, localizadas no Jardim Europa. Na primeira casa senhora Lucimara com dois filhos; na segunda, a que foi entregue, a senhora Crisane com quatro filhos; a terceira está desocupada e necessita de reforma; e a quarta casa mora a senhora Claudia com dois filhos.

A expectativa, agora, é que em breve a quarta casa seja reformada. Eleuza afirma que o clube está se programando para iniciar no segundo semestre a reforma da mesma, para abrigar uma nova família. “Nesta quarta casa será uma reforma demorada, por estar bem deteriorada. Só depois de pronta que iremos selecionar a família, com ajuda da Apae, que mais do que nunca são os conhecedores das necessidades das famílias que atendem lá”.

Fonte: Diário da Serra

Comentários Facebook