Clientes terão 25 minutos para fazer compras em mercados de Sapezal; Veja o decreto

Essa e outras medidas foram decretadas pelo prefeito Valcir Casagrande (Imagem: Assessoria)

O prefeito de Sapezal, Valcir Casagrande (PSL), divulgou nesta quinta-feira, 26, um decreto que proíbe aglomerações de pessoas no município, aulas, cursos, cultos, festas até o próximo dia 05 de abril, porém ele liberou diversas atividades econômicas na cidade, e nos mercados, o cliente deverá permanecer no máximo por 25 minutos para realizar as suas compras.

Veja o decreto no final da matéria.

A cidade até o momento não apresentou nenhum caso confirmado de coronavírus, e apenas duas pessoas apareceram com suspeitas de estarem contaminadas. A atitude do prefeito, é contrária a decisão do governador Mauro Mendes (DEM) que pela manhã criticou os municípios que estão fechando e realizando quarentena sem algum tipo de embasamento, ou quadro de pacientes com coronavírus.

“Não podemos dar remédios iguais para realidades totalmente diferentes. Não podemos tomar medidas em Mato Grosso, como por exemplo São Paulo está tomando. Lá o fluxo é maior, os números e fluxo são maiores. Municípios menores de Mato Grosso, não podem tomar as mesmas atitudes que Cuiabá e Várzea Grande estão tomando por exemplo. Essa paralisação feita pelos prefeitos pode criar problemas graves na economia”, falou Mendes na ocasião.

Valcir chegou a divulgar na noite de quinta-feira (25), um áudio dizendo que o comércio deveria continuar funcionando, e que preferia morrer de COVID-19, ao invés de fome.

“Todo mundo tem que morrer. Entre morrer de fome e de doença, prefiro morrer de doença com barriga cheia. Não adianta nada nós querermos que as pessoas fiquem em casa e todo mundo morre de doença, morre de fome”, disse o prefeito aos comerciantes do município.

O decreto do prefeito proíbe aulas teóricas e práticas de auto-escola, funcionamento de casas noturnas, festas, eventos. Igrejas poderão ficar abertas de forma simbólica sem a realização de cultos além de outras atividades municipais.

Já os mercados irão poder funcionar das 06h às 20h, com higienização adequada e cada cliente deverá fazer a sua compra em no máximo 25 minutos. Lanchonetes, restaurantes e academias terão que obedecer ao distanciamento mínimo de um metro e meio, além do controle de higienização.

Os serviços de delivery funcionarão no máximo até às 23h e haverá toque de recolher na cidade das 21h até às 05h. O decreto nº 037/2020 entrou em vigor nesta quinta-feira com a sua publicação.

Clique aqui e confira o decreto do município de Sapezal.

Fonte: Jornal Estadão MT

Comentários Facebook