Vídeo de reunião de Bolsonaro e ministros repercute entre senadores


.

O ministro do Supremo Tribunal Federal Celso de Mello derrubou nesta sexta-feira (22) o sigilo do vídeo da reunião em que, segundo o ex-ministro da Justiça Sergio Moro, o presidente Jair Bolsonaro teria ameaçado interferir na Polícia Federal para proteger familiares e amigos. Na gravação, Bolsonaro ataca governadores e defende o armamento da população. A senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA) considerou o conteúdo “chocante”. Já o senador Weverton (PDT-MA) disse que o material “revela a verdadeira face” do atual governo. Mas, para o senador Chico Rodrigues (DEM-RR), é preciso “calma neste momento, de todos os lados”; ele defende o entendimento entre os três poderes da República neste momento em que se enfrenta a pandemia da covid-19. A reportagem é de Celso Cavalcanti, da Rádio Senado.

Comentários Facebook