Homem procura pelo irmão que não vê há 20 anos e pode estar morando em Tangará da Serra

Sidinei quando tinha cerca de 15 anos, única foto que a família tem dele (Imagem: Arquivo da família)

Sidinei Santos Cabral foi visto pela família pela última vez em março do ano 2000, quando tinha apenas 16 anos de idade. Hoje, ele deve ter 36 anos e pode estar morando em Tangará da Serra. É o que acredita o irmão dele, Sidimar dos Santos Cabral, que mora em Rondonópolis (Sul de Mato Grosso) e busca pelo ente desaparecido.

Sidinei nasceu em 08 de março de 1984, em Pedra Preta (MT), filho de Valdenora Ferreira dos Santos e João de Souza Cabral. Logo depois que desapareceu, em Rondonópolis, a família começou a procurá-lo. “Recebemos a informação de que ele foi para Tangará da Serra e ainda mora aí ou em Sinop”, conta Sidimar.

Sidimar, de Rondonópolis, quer apenas conhecer o irmão (Imagem: Arquivo pessoal)

Recentemente, ele conheceu uma mulher através de uma postagem no Facebook. “Ela disse que foi esposa dele em Tangara da Serra, a mais de 10 anos atrás, e que ele se passava pelo nome de Célio e era vendedor de mel”, contou, afirmando que pode ser seu irmão desaparecido.

Sidimar afirma que quer apenas conhecer o irmão.

“Nós moramos no mesmo endereço que ele morou também, aqui em Rondonópolis”, disse, na Rua Canindé, n°1631, Jardim Rondônia. O telefone para contato de Sindimar para possíveis informações é o (66) 99956-5601

Comentários Facebook