Turismo de negócios reafirma solidez de economia sinopense



.

Após pouco mais de três meses do surgimento do primeiro caso que testou positivo para Coronavírus, Sinop passa a retomar sua economia e seu ritmo normal para o turismo de negócios abrindo novas frentes através de um dos principais portões de entrada da cidade que é o aeroporto municipal presidente João Baptista Figueiredo, que iniciou na semana passada, a semana com o voo de uma aeronave da Azul Linhas Aéreas, maior, mais rápida e mais confortável.

Saindo do aeroporto de Viracopos em Campinas, cidade vizinha á metrópole paulistana, o Embraer 195 E2, que tem capacidade para 136 passageiros, começou, na última segunda-feira, a fazer o trecho direto para Sinop três vezes na semana. Essa aeronave substitui o E1, que tinha capacidade para 118 passageiros. De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômicco Daniel Brolese o aumento pode até não parecer significativo, mas o fato da empresa aérea voltar com o trecho com força total é um sinal de que a rota é compensatória.

“Nós ficamos um período com o aeroporto fechado e agora já estamos operando com uma aeronave maior e com o anúncio e a promessa da empresa aérea para uma maior, ainda, para o próximo mês”, disse ao referir-se ao Airbuss A320, com capacidade para 174 passageiros e previsão para operação em setembro.

As palavras do secretário são sustentadas pelos números apresentados pela própria Secretaria de Desenvolvimento Econômico que mostra um crescimento de, aproximadamente, 21% no número de empresas novas abertas se comparado esse ano com o primeiro semestre do ano passado (2019: 1014 empresas / 2020: 1233). “Nós temos trabalhado muito na atração de novas empresas de grande porte, mas também temos lutado muito para tirar o pequeno da informalidade e oferecer, à ele, melhores condições”.

Ainda de acordo com o secretário, a taxa de ocupação dos hotéis durante a semana passa de 70%. “Isso é o que configura nosso turismo de negócios”, pontua lembrando que eventos como a Norte Show trazem overbooking para toda a rede hoteleira da cidade. “A população flutuante, aqui, é muito alta durante a semana. São pessoas buscando educação, saúde e um comércio sortido e cheio de opções todos os dias. O volume de negócios é alto e se somados à população nativa chegamos, tranquilamente, à casa de 300 mil habitantes”.

“As redes de hotéis que temos em Sinop são provas de um turismo de negócios altamente sustentável. Temos um hotel de uma rede internacional que é tido como hotel de parada rápida e estamos com um outro hotel em fase final, já pronto para receber hóspedes. Este, também tem nas maiores e melhores cidades e sua classificação configura um setor de prestação de serviços muito forte”.

A sustentação de uma economia estável e de um terceiro setor bastante fortalecido vem, ainda, dos números apresentados pelo Núcleo de Projetos e Desenvolvimento Urbano de Sinop, a Prodeurbs, que revela um aumento de, pelo menos, 5% no setor. O número de alvarás de construção emitidos durante esse primeiro semestre chega perto da casa de 1 mil documentos autorizativos (932) contra, apenas, 886 do ano anterior.

“Isso tudo, gera muitos empregos diretos e indiretos, pois, além de movimentar o produto humano, gira nas lojas de materiais de construção, acabamento, decoração. São mais profissionais saindo de Sinop para feiras de negócios, para se capacitar. São mais representantes comerciais interessados em abastacer um mercado fortalecido. Tudo são fatores que contribuem para tornar Sinop uma rota mais forte e segura para que a companhia aérea possa dispor aeronaves maiores”.

O aeroporto de Sinop opera com as companhias Azul e Gol com os destinos Cuiabá e Campinas, sendo:

AZUL:

Sinop a Cuiabá – de segunda à sábado / chegada às 13h e decolagem às 13h45;

Sinop a Campinas – às segundas, quartas, sextas e domingos / chegada ás 15h05 e decolagem às 16h;

GOL:

Sinop a Guarulhos – às segundas, quartas e sextas / chegada às 15h20 e decolagem às 16h

Fonte: AMM

Comentários Facebook