IFI prevê possibilidade de rompimento do teto dos gastos em 2021



.

O governo federal terá que cortar pelo menos R$ 20 bilhões no ano que vem para não estourar o teto dos gastos. A estimativa foi divulgada pela Instituição Fiscal Independente (IFI), que lembra que o teto será extrapolado em 2020 em virtude do estado de calamidade pública provocado pela pandemia da covid-19. A reportagem é de Bruno Lourenço, da Rádio Senado.

Comentários Facebook