Stopa anuncia plano para transformação de lodo produzido na ETE Lipa em adubo e doação a pequenos agricultores



Luiz Alves

Clique para ampliar

O prefeito em exercício José Roberto Stopa afirmou nesta quarta-feira (17) que o Município, em parceria com a Águas Cuiabá, planeja iniciar a doação dos resíduos de lodo produzidos na Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Ribeirão do Lipa para utilização como adubo. O anuncio foi feito durante a vistoria à obra de construção da estrutura, realizada com a presença dos vereadores da Câmara Municipal de Cuiabá.

Conforme relatado por Stopa, atualmente, uma considerável parte desse tipo de resíduo é descartado no aterro sanitário da Capital. Segundo ele, além de errado, o processo é, sem dúvida, um desperdício de um material que pode ser transformado em um novo produto auxiliar no plantio. A ideia o prefeito em exercício é colocar em prática esse planejamento já a partir do próximo ano.

“Nosso planejamento de doar 100% dos resíduos produzidos pela ETE Lipa para utilização como adubo. É um fertilizante natural, que não causa malefício nenhum a sociedade e ajudará pequenos produtores, hortas comunitárias. Hoje, dependendo da forma como é feito, esse resíduo é destinado ao aterro sanitário. Isso é um erro, ainda mais levando em consideração que ele pode ser aplicado na produção de alimento”, explicou Stopa.

Sobre a vistoria feita com os vereadores, o prefeito em exercício destacou que o ato teve como objetivo dar transparência às ações de melhorias que estão em andamento na cidade e, ao mesmo tempo, também colaborar com o trabalho de fiscalização feito pelos parlamentares. Para ele, a pesar de serem Poderes independentes, é de extrema importância que Executivo e Legislativo estejam alinhados na busca por benefícios à população.

“A Águas de Cuiabá é um prestador de serviço do Município e o que estamos fazendo é trazer todos os vereadores para, em um primeiro momento, conhecer o processo, conhecer o que estamos fazendo. Obviamente, também estamos dando a elas a oportunidade de realizar um processo de fiscalização, que é uma das funções da Câmara Municipal junto com a ARSEC”, enfatizou o gestor.

O vereador Dídimo Vovô foi um dos presentes na visita técnica e parabenizou a Prefeitura de Cuiabá pela iniciativa. “É algo extremamente benéfico, principalmente para a população. É importante que os vereadores possam in loco acompanhar os investimentos do Executivo. Isso nos ajuda estar mais preparado e qualificados para passar ao munícipe qual o retorno que ele está tendo com esses investimentos”, disse o parlamentar.

ETE LIPA

As obras da mais nova estação de tratamento de esgoto de Cuiabá, a ETE Lipa, entram na reta final. Projetada no sistema compacto, um dos mais inovadores da engenharia de saneamento básico, a primeira etapa da unidade já está concluída e em operação. A estrutura faz parte do Sistema de Esgotamento Sanitário (SES) Lipa e deve estar concluída até maio de 2022. Ela atenderá, em sua plena capacidade, 126 mil pessoas em 77 bairros.

“O SES do Ribeirão do Lipa é formado por 265 quilômetros de tubulações coletoras de esgoto, dentre as quais 100 quilômetros já instalados, uma elevatória e uma estação de tratamento, o novo sistema fará com que a capital mato-grossense salte de 71% para 78% de cobertura já no em 2022”, relatou o diretor-geral da Águas Cuiabá, William Figueiredo.

Participaram da vistoria o diretor-presidente da Limpurb, Vanderlúcio Rodrigues, os secretários municipal de Governo, Luis Claudio, de Obras Públicas, Rauf Macedo, de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano Sustentável, Renivaldo Nascimento, e de Mobilidade Urbana, Juares Samaniego. O presidente da ARSEC, Alexandro de Oliveira, também compareceu.

Representando a Câmara Municipal, estiveram os vereadores Mário Nadaf, Cássio Coelho, Maria Avalone, Dídimo Vovô, Paulo Henrique, Cezinha Nascimento, Demilson Nogueira, Marcrean Santos, Sargento Vidal, Eduardo Magalhães, Luiz Fernando, Pastos Jeferson e Sargento Joelson. 

Comentários Facebook