Comissão mista debate a situação dos migrantes e refugiados no Brasil



Divulgação/Agência de Notícias do Paraná
Relações Exteriores - geral - imigrantes refugiados acolhimento trabalho emprego assistência social (Centro de Informação para Migrantes Refugiados e Apátridas do Paraná)
Centro de Informação para Migrantes Refugiados e Apátridas do Paraná

A Comissão Mista Permanente sobre Migrações Internacionais e Refugiados promove nesta sexta-feira (19) mais uma audiência pública para discutir a situação dos migrantes e refugiados no Brasil.

O debate foi solicitado pelo senador Paulo Paim (PT-RS), que é presidente da comissão. “Nesse ciclo de debates, poderemos nos aprofundar acerca das quantidades de migrantes no Brasil, a condição e particularidades dos grupos aqui presentes, municipalização, condição das fronteiras, revalidação dos diplomas, trabalho, pessoas com deficiência e migrações indígenas, entre outras questões pertinentes ao tema”, disse o senador.

Convidados
Foram convidados para discutir o assunto:
– os refugiados do Afeganistão Fazel Ahmad e Amad Jaber;
– o ativista e coordenador da Comissão de Direitos Humanos, Migrantes e Combate à Xenofobia do Conselho Estadual SP (Condepe), Abdulbaset Jarour;
– a coordenadora de Programas da Conectas Direitos Humanos, Camila Asano;
– a repórter de Mundo do jornal Folha de São Paulo, Flávia Mantovani;
– a juíza do Trabalho e vice-presidente da Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra), Luciana Paula Conforti.

A audiência interativa está marcada para as 9h30. Os interessados podem participar ao vivo por meio do portal e-Cidadania.

A comissão, criada em 2019, tem como missão fiscalizar e monitorar questões que tratem de movimentos migratórios nas fronteiras do Brasil e sobre os direitos dos refugiados. O colegiado tem como vice-presidente a deputada Bruna Furlan (PSDB-SP) e o relator é o deputado Túlio Gadêlha (PDT-PE).

Da Redação – MB

Comentários Facebook