Trabalhadores da saúde e pessoas a partir de 60 anos podem tomar a dose de reforço depois de 5 meses; Campanha aguarda recebimento de vacinas



Gustavo Duarte

Clique para ampliar

A partir desta quinta-feira (18), todos os trabalhadores da saúde e pessoas a partir de 60 anos que tenham tomado a segunda dose da vacina contra o coronavírus há cinco meses em Cuiabá poderão receber a dose de reforço. A campanha Vacina Cuiabá aguarda o recebimento de imunizantes para iniciar a aplicação nos adultos de 18 a 59 anos. A redução do intervalo para tomar a dose de reforço foi anunciada nesta terça-feira (16) pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

De acordo com a coordenadora da campanha de vacinação em Cuiabá, Valéria de Oliveira, essa antecipação da dose de reforço na capital será possível pois os grupos de trabalhadores da saúde e de pessoas a partir de 60 anos já estavam contemplados e porque parte das doses de vacinas para eles já chegaram. “Somando estes dois grupos, temos aproximadamente 100 mil pessoas e recebemos cerca de 59 mil doses de reforço para eles. Com este quantitativo de vacinas é possível reduzir o intervalo”, explicou Valéria.

Em relação ao outro anúncio feito pelo ministro, sobre a liberação da dose de reforço para todas as pessoas acima de 18 anos, a coordenadora esclarece que a capital mato-grossense ainda não vai começar a aplicação. “Para começarmos esta vacinação, precisamos receber as vacinas para esta finalidade. O número do público de 18 a 59 anos em Cuiabá, tirando os trabalhadores da saúde, que já estão recebendo a terceira aplicação, é de 357 mil pessoas, ou seja, só poderemos começar a vacinação com a dose de reforço deste grupo quando recebermos pelo menos parte das vacinas destinadas para ele”, comentou.

Sobre segunda dose da Janssen, Valéria explica que também é necessário aguardar a chegada das vacinas. “Recebemos cerca de 15 mil doses de Janssen para aplicação de dose única na época e ela já foi toda usada, não temos mais nenhuma dose. Precisamos aguardar o envio da segunda dose para o público que recebeu essa vacina para darmos continuidade ao esquema vacinal”, concluiu. 

 

 

Comentários Facebook