Alunos de Centro de Ensino plantam mudas de árvores às margens de córrego em Tangará


Um grupo de crianças, estudantes do Centro Municipal de Ensino (CME) Cecília Maria de Barcelos, participou de um projeto de recuperação de uma Área de Proteção Permanente (APP) localizada às margens do Córrego Araputanga, região dos bairros Nossa Senhora Aparecida e Jardim Atlântida, em Tangará da Serra.

O projeto, uma iniciativa da direção da CME Cecília Maria de Barcelos, situada no Jardim Atlântida, foi desenvolvido através de uma parceria com da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semmea), por meio do Viveiro Municipal.

“Nossa gratidão à diretora da escola, a Michela de Freitas Moulin Bockhorny, pela parceria nesse projeto, por estar nos apoiando e levando as crianças para participarem de um projeto tão importante de recuperação dessa APP”, destacou o secretário de Meio Ambiente, Magno César Ferreira.

A APP escolhida fica nas proximidades do Centro de Ensino e está localizada às margens de um dos córregos mais importantes da cidade. Cada criança plantou uma muda de árvore, com apoio da equipe do Viveiro Municipal. Os alunos envolvidos são do Pré I e Maternal III.

Além do plantio, as crianças envolvidas no projeto ajudarão a cuidar das árvores. “Cada árvore plantada recebeu uma plaquinha com o nome da criança que plantou. Cada uma delas, juntamente com o corpo de servidores da escola, vai ajudar a cuidar dessas árvores plantadas por eles no entorno do córrego”, disse o secretário.

Alexandre Rolim/Assessoria de Comunicação

Comentários Facebook