Aprovada indicação para diretora-presidente da Agência Nacional de Águas



Com 51 votos a favor, 3 contrários e uma abstenção, o Plenário do Senado aprovou nesta quarta-feira (6) a indicação de Veronica Sánchez da Cruz Rios para o cargo de diretora-presidente da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA). A mensagem que trata dessa indicação é a MSF 17/2022.

Antes de ser aprovada em Plenário, a nomeação havia sido acatada, nesta mesma quarta-feira, na Comissão de Meio Ambiente (CMA) do Senado, onde recebeu o parecer favorável de Kátia Abreu (PP-TO).

Formada em relações internacionais pela Universidade de Brasília (UnB), Veronica ingressou no serviço público em 2009 e exerceu cargos na Casa Civil da Presidência da República. Também atuou em operações de planejamento de transmissão de energia elétrica no âmbito do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e foi coordenadora-geral de Energia, Petróleo e Gás e Mineração da Secretaria do PAC no então Ministério do Planejamento. Em seguida, voltou à Casa Civil e, de abril de 2020 a setembro de 2021, foi chefe da assessoria especial no Gabinete do ministro do Desenvolvimento Regional — nesse cargo, foi responsável pela criação da Secretaria de Fomento e Parcerias com o Setor Privado no Ministério do Desenvolvimento Regional.

Veronica também atua em diversos conselhos, como no Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), no conselho de administração da Empresa Gás Brasiliano S.A. e no conselho do Programa Nacional de Incentivo ao Voluntariado.

Ana de Castro

O Plenário do Senado também aprovou, com 39 votos a favor, 14 contrários e uma abstenção, a indicação de Ana Carolina Argolo Nascimento de Castro para a diretoria da ANA (a mensagem que trata da sua nomeação é a MSF 20/2022). Sua indicação também tinha sido aprovada pouco antes na CMA, onde recebeu parecer favorável do senador Eduardo Gomes (PL-TO).

Ana de Castro é formada em geologia pela UnB, possui mestrado em geoprocessamento ambiental pela mesma universidade e pós-graduação na Universidade de São Paulo (USP). Atualmente é diretora do Departamento de Desenvolvimento Sustentável na Mineração, da Secretaria de Geologia, Mineração e Transformação Mineral do Ministério de Minas e Energia. Além disso, ela já atuou no setor privado em atividades de consultoria ambiental.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Comentários Facebook