Eduardo Sanches considera absurda proposta de PT e PSB de encerrar Escolas Militares


O vereador por Tangará da Serra, Eduardo Sanches (Republicanos) criticou uma proposta anunciada pela frente de esquerda formada por PT e PSB, de encerrar as atividades das escolas cívico-militares no Brasil em caso de vitória do ex-presidente Lula nas eleições de outubro deste ano.

Segundo o parlamentar, tal proposta afeta diretamente Tangará da Serra, assim como todo o Estado de Mato Grosso.

Durante a sessão ordinária ocorrida na tarde de terça-feira, 17, o vereador repudiou a possibilidade da esquerda, se eleita, acabar com as escolas militares. “A Escola Militar é uma conquista do Povo Brasileiro. É algo altamente positivo que tem proporcionado a melhoria da educação de muitas crianças e jovens pelo país”, afirmou Sanches.

O vereador lembrou que Tangará da Serra foi contemplada com a Escola Estadual da Polícia Militar Tiradentes – 1º Tenente PM Salomão Fernandes Ferreira Piovesan, elogiou a instituição e enfatizou que é totalmente contra a proposta de PT/PSB de pôr fim às escolas militares.

“Sou contra essa proposta absurda, seja do PT, do PSB, seja do Lula, do Alckmin ou de quem os aconselha. É um absurdo imaginar que Tangará, nossa região, o Estado, enfim, o país, poderão ficar sem as escolas cívico-militares que tão bem estão fazendo a nossos alunos”, pontuou Eduardo Sanches.

A proposta avaliada pela esquerda no plano nacional foi divulgada pela mídia brasileira. De acordo com o portal Metrópoles, a ideia é defendida pelo grupo que aconselha a campanha de Lula na educação, por considerar que a militarização das escolas é uma bandeira do governo Bolsonaro.

Comentários Facebook