Traficante que escondia drogas em quadro de bicicleta é preso na Rodoviária


A Polícia Civil de Tangará da Serra em continuidade ao trabalho de repressão ao tráfico de drogas no Centro da cidade, especificamente nas imediações da Rodoviária local, conseguiu efetuar a prisão de mais um traficante.

Segundo o Delegado Adil Pinheiro, com base em um levantamento nos registros de ocorrências, do início de dezembro até a madrugada desta sexta-feira, 20, a PJC já efetuou 12 prisões de pessoas vendendo drogas nas imediações da Rodoviária ou no próprio terminal.

A grande maioria dessas prisões foram convertidas em prisões preventivas, ou seja, os traficantes ficam temporariamente presos aguardando julgamento, porém a procura dos usuários de drogas, segundo o Delegado, é muito grande naquela região.

“Mesmo com esse alto número de prisões, outros traficantes assumem as funções de venda de drogas”, salientou Adil Pinheiro.

Rodoviária de Tangará da Serra

Traficante preso escondia drogas no quadro de uma bicicleta

O traficante preso nesta madrugada utilizava-se de uma bicicleta que foi apreendida. Ele escondia a droga dentro do quadro da bicicleta, pequenas porções. “Ele voltava na casa dele, pegava algumas porções, retornava à Rodoviária e fazia a venda com a bicicleta. Pegava mais porções e retornava na Rodoviária e assim ele percorria a madrugada inteira”, disse o Delegado.

Tráfico “formiguinha”

Conforme o Delegado, a forma de agir dos traficantes que atuam na Rodoviária, é o chamado ‘tráfico formiguinha’, onde eles andam sempre com pouca quantidade de drogas, pequenas porções, justamente para evitar que sejam presos com quantidades maiores, o que acaba dificultando a investigação e a condenação desses indivíduos.

“No entanto, a Polícia Civil utiliza de outros meios de prova, principalmente a vigilância. Os nossos investigadores fazem vigilância, filmam esses traficantes que em sua maioria, ao serem presos, já estão filmados vendendo drogas e isso tem resultado em suas condenações”, revelou o Delegado.

“É o que chamamos de ‘traficante formiguinha’ que faz um tráfico de pequenas quantidades localizadas, mas somadas a toda a droga que ele vendeu praticamente a semana inteira é uma quantidade considerável”, completou.

“Moradores e comerciantes sofrem com o vandalismo na Rodoviária”, frisa Delegado

“A gente percebe que a população de bem que precisa utilizar o serviços e os comerciantes daquele entorno, tem sofrido com esse fluxo na Rodoviária e com a venda de drogas naquela região, pois isso ocasiona vandalismo na região central da cidade. Estamos combatendo junto com a Polícia Civil e Polícia Militar esse tráfico na região do Parque do Bosque e na região da Rodoviária”, concluiu Adil Pinheiro.

Comentários Facebook