Com convenções de 20 de julho a 5 de agosto, partidos se movimentam em Tangará


O calendário eleitoral estabelece que de 20 de julho a 5 de agosto os partidos políticos devem realizar suas convenções. A partir daí, os nomes que hoje surgem como pré-candidatos ou mesmo pretensos postulantes às vagas disputadas no pleito deste ano, passam a ser oficialmente confirmados por suas legendas.

Em Tangará da Serra, pelo menos nove partidos estão se articulando, de olho nas eleições que se avizinham.

O MDB tem como pré-candidato a reeleição o deputado estadual Doutor João. O Republicanos surge com o ex-vereador Edilson Sampaio a estadual e o vereador Eduardo Sanches a federal. PSB também tem dois pré-candidatos, o vereador Davi Oliveira a estadual e a advogada Karen Rocha a federal.

Partido do governador Mauro Mendes, o União Brasil apresenta o vereador Rogério Silva como pré-candidato a deputado estadual e o ex-deputado Wagner Ramos a federal. O PL tem o ex-vice prefeito Renato Gouveia se articulando para estadual e o atual vice-prefeito e ex-secretários de Infraestrutura Marcos Scolari a federal.

PSD poderá apostar no produtor rural Reck Junior para estadual e em Tony Guzatti para federal. No Podemos, pelo menos dois nomes tentam a vaga de pré-candidato a deputado estadual, a vereadora Elaine Antunes e o Professor Altair, com Nilvinha de federal. O Cidadania poderá anunciar o vereador Sebastian Ramos a estadual e o PSDB com Rui Wolfart também a estadual.

Comentários Facebook