Tangará: Suspeito de pertencer a ‘facção’ usava documento falso e tentou atirar em policiais


Três suspeitos envolvidos com uma facção foram presos em flagrante pela Polícia Civil, na noite desta segunda-feira (04.07), em Tangará da Serra, por porte de arma de fogo de uso restrito, uso de documento falso e associação criminosa.

Durante uma investigação, a equipe da 1ª Delegacia de Tangará da Serra tomou conhecimento de que integrantes de uma facção criminosa, em vingança a um homicídio ocorrido no domingo, teriam jurado de morte integrantes de um grupo rival.

Os policiais passaram a acompanhar uma mulher que faria a entrega de armas de fogo que seriam utilizadas na execução de rivais. Os investigadores flagraram o momento em que a suspeita se encontrou com um criminoso no bairro Morada do Sol e deixou com ele uma arma de fogo.

Ela estava em uma camioneta S10 quando foi abordada pela equipe policial, na Avenida Ismael do Nascimento, e apreendidos dois revólveres de calibres 38 e 44. O motorista do veículo apresentou uma carteira de habilitação falsa e também foi preso.

A equipe da 1ª Delegacia permaneceu acompanhando o suspeito que teria recebido a terceira arma, e quando ele se preparava para deixar sua residência foi surpreendido pelos policiais civis.

Ele tem diversos registros criminais, resistiu à prisão e tentou disparar contra os policiais, que necessitaram agir em legítima defesa. O suspeito foi socorrido pelo Samu e levado ao hospital municipal. Nenhum dos policiais ficou ferido durante a ação.

Foram apreendidas três armas de fogo e 37 munições em poder dos criminosos. Todos foram autuados em flagrante na 1ª Delegacia e depois conduzidos para unidades do Sistema Penitenciário.

Comentários Facebook